quarta-feira, 10 de novembro de 2010

Morgana, a Fada


Mitologia
Morgana, a Fada é uma Deusa tríplice celta da morte e do renascimento, representa como uma bela jovem donzela, uma vigorosa mãe/criadora ou uma bruxa portadora da morte. Ela também foi uma Deusa do mar, pois seu nome, "Mor", na língua celta, significa mar. Seu último nome tem dois significados:"a fada" e o "fado", ou a sina. nas lendas arturianas, ela era meio-irmã de Arthur. Diz que ela manipulava Morderete, filho dela com Arthur, para induzí-lo a matar o pai. Quando Arthur morre, Morgana, a Fada vem em seu auxílio para levá-lo à ilha mágica de Avalon, onde ela o cura e, em seguida, lança-o num sono profundo, do qual ele só acordará quando o tempo for propício.
Siginificado da carta
Morgana, a Fada chegou dançando à sua vida com os seus tambores e sua magia para convidá-la a descobrir e viver seus ritmos. Qual é o seu ritmo pessoal? Você sabe qual é o mlehor momento para exercitar-se, dormir, comer, ser criativa, fazer amor, trabalhar e etc? Ou gasta toda a sua vitalidade ajustando-se ao ritmo imposto pelo trabalho, pela família, pelo amante, pelos amigos? Você mergulhou na vida do outro e vive no ritmo dele em vez do seu? Talvez você nunca tenha descoberto o seu ritmo porque quer agradar àqueles com quem convive e "fazer parte do time" É de total importância que você siga o seu ritmo. Fluir com ele lhe dará mais energias, porque você não estará mais reprimido o que lhe é natural. Morgana, a Fada diz que a vitalidade, a saúde e a totalidade são cultivadas quando você flui com sua pulsação única, em vez de ir contra ela.

Nenhum comentário: